Arca da aliança

Depois que Deus tirou o povo de Israel do Egito, Ele desejou Se tornar o Deus deles para proteger e os abençoar habitando no meio deles. Mas por causa do pecado, Deus não pôde habitar no meio deles, por isso disse para construir um lugar santificado onde não há pecado.

"E me farão um santuário, para que eu possa habitar no meio deles. Segundo tudo o que eu te mostrar para modelo do tabernáculo e para modelo de todos os seus móveis, assim mesmo o fareis." (Êxodo 25:8~9)

Mesmo o pecado que se multiplicou dentre o povo, Deus tinha conforto de habitar no tabernáculo. A primeira coisa que Deus mandou fazer dentre os utensílios foi a arca.

"Também farão uma arca de madeira de acácia; de dois côvados e meio será o seu comprimento, de um côvado e meio, a largura, e de um côvado e meio, a altura."(Êxodo 25:10)

A arca é um cesto coberto de ouro puro feito com a madeira de acácia.

A tampa da arca é o propriciatório. O propiciatório é coberto por dois querubins de ouro. Deus disse para colocar duas tábuas de pedras com as leis escritas, a vara florescente de Arão, e a urna de ouro contendo o maná.

A arca do testemunho é um dos utensílios mais importantes do tabernáculo, e se observarmos o significado espiritual da arca, na Bíblia em Inglês está escrito que arca é 'Ark'. E no Antigo Testamento sai três vezes essa palavra 'Ark'. A arca de Noé que é citada em Gênesis também diz que é 'Ark', e em Êxodo capítulo 2, o cesto de junco onde Moisés foi colocado também diz que é 'Ark'. Na época de Noé, o único lugar que não passava pelo julgamento de Deus, era na arca que estava pintada de betume por dentro e por fora. E quando Faraó disse para matar todos os meninos Hebreus recém nascidos, os pais de Moisés o criaram escondido e não podendo escondê-lo por mais tempo, largaram no rio Nilo, e o cesto de junco onde o menino foi colocado era pintado de betume. (O nome 'Moisés', significa 'resgate', isto é, significa 'salvação'.) Não sei porque chama a arca de 'Ark', mas uma coisa em comum das 'Ark' é que tem uma profunda relação com a salvação.

Embora a arca construída acácia que não servisse para nada, mas tem todas as condições em que Deus possa habitar no meio do povo de Israel. Da mesma forma, quando olhamos superficialmente para Jesus Cristo, embora Ele não tenha nenhum atrativo, Ele tem o poder de resolver todos os pecados a fim de que Deus não sinta falta de nada ao Se encontrar conosco. Assim como o povo de Israel obteve a vitória nas guerras por levarem a arca do testemunho, se Jesus Cristo estiver junto de nós, podemos ganhar qualquer batalha contra Satanás. Em outras palavras, embora a arca seja um cesto sem forma, tanto como a arca de Noé ou o cesto de junco de Moisés, representa o Senhor da 'salvação', isto é, Jesus Cristo. A arca representa a Jesus Cristo que tem o misterioso poder de lavar todos os nossos pecados a fim de que não falte nada quando nos estabelecer diante de Deus.

 

Figura a lado: A arca desmontada (a vara florescente de Arão, urna de ouro, e as tábuas dos mandamentos) 

A arca é feita de cesto. Embora dentro desse cesto tenha a vara florescente de Arão, e a urna que contém o maná, mas o mais importante é que as tábuas dos mandamentos foram colocadas. A Bíblia chama essa tampa de cesto onde as tábuas foram colocadas de, propiciatório. Então como podemos falar que a tampa é o propiciatório e o cesto, é a arca? Por que Deus disse para colocar as duas tábuas de pedras onde estão escritas os mandamentos dentro da arca? Nós que estávamos sofrendo no pecado, Deus nos amou e desejou que fôssemos salvos desses pecados. Não é fazendo algo que seremos salvos, mas somente Deus terá que trabalhar.

Mas a maioria das pessoas, por não conhecerem o surpreendente caminho de Deus, estão presos no pensamento de que devem se esforçar a fim de receberem a salvação. Mesmo não existindo outro caminho para sermos salvos, além da graça de Deus, Satanás faz com que o nosso coração fique preso nas 'boas obras' e não na 'graça de Deus', para que tenhamos uma vida bem distante da graça de Deus. E Deus nos ensina que pelas obras ou esforços, jamais podemos ser salvos, para que os nossos corações voltem para Deus.

Quantas bondades podemos fazer nos esforçando? E o quanto podemos nos santificar trabalhando? Nós ficamos iludidos pensando que temos um poder infinito, pensando que podemos nos santificar e nos tornar bons dependendo de nossos esforços. Esse pensamento não é nosso, mas é o truque de Satanás. Jamais podemos ir diante de Deus pelas nossas obras. Por isso, para que percebamos essa verdade, Deus deseja nos mostrar o limite das nossas obras, e o resultado dos nossos esforços e trabalhos. Por isso, Ele nos dá as leis que contém os dez mandamentos. Nós pensamos que se nos esforçarmos conseguiremos cumprir as leis, mas se pensarmos bem, não existe nenhuma pessoa que consiga viver conforme os mandamentos de Deus. O Único que consiga cumprir os dez mandamentos perfeitamente é somente Jesus Cristo. Isto é, por ser a lei de Deus, somente Deus consegue cumprir. Por exemplo, se o homem conseguisse cumprir os dez mandamentos, então o homem estaria na mesma posição de Deus, e não numa criatura de Deus.

Propiciatório

Vendo em Êxodo capítulo 25, a partir do versículo 10, fala sobre a arca que está no tabernáculo.
"Também farão uma arca de madeira de acácia; de dois côvados e meio será o seu comprimento, de um côvado e meio, a largura, e de um côvado e meio, a altura. De ouro puro a cobrirás; por dentro e por fora a cobrirás e farás sobre ela uma bordadura de ouro ao redor. Fundirás para ela quatro argolas de ouro e as porás nos quatro cantos da arca: duas argolas num lado dela e duas argolas noutro lado. Farás também varais de madeira de acácia e os cobrirás de ouro; meterás os varais nas argolas aos lados da arca, para se levar por meio deles a arca. Os varais ficarão nas argolas da arca e não se tirarão dela. E porás na arca o Testemunho, que eu te darei."

Aqui fala sobre o modelo e a forma da arca. E à partir do versículo 17, fala sobre o propiciatório. O foco do tabernáculo está na arca. Quando o povo de Israel tinha dificuldade, eles levavam a arca para as guerras, quando deram as sete voltas no muro de Jericó, também carregaram a arca, e quando atravessavam o rio Jordão, a água parou no momento em que os pés do sacerdote que carregavam a arca encostou na água. Vendo todas estas coisas, podemos saber que o foco do tabernáculo estava na arca

 

A tampa da arca que está deitada (propiciatório)

Em Êxodo capítulo 25, a partir do vesículo 17, fala sobre o propiciatório que tampa a arca.
"Farás também um propiciatório de ouro puro; de dois côvados e meio será o seu comprimento, e a largura, de um côvado e meio. Farás dois querubins de ouro; de ouro batido os farás, nas duas extremidades do propiciatório; um querubim, na extremidade de uma parte, e o outro, na extremidade da outra parte; de uma só peça com o propiciatório fareis os querubins nas duas extremidades dele. Os querubins estenderão as asas por cima, cobrindo com elas o propiciatório; estarão eles de faces voltadas uma para a outra,olhando para o propiciatório. Porás o propiciatório em cima da arca; e dentro dela porás o Testemunho que eu te darei. Ali, virei a ti e, de cima do propiciatório do meio dos dois querubins que estão sobre a arca do Testemunho, falarei contigo acerca de tudo o que eu te ordenar para os filhos de Israel."(Êxodo 25:17~22) 

Quando Deus falou da arca em Êxodo 25:10~22, Ele falou oito vezes a palavra 'propiciatório'.
"Farás o propiciatório, farás dois querubins de ouro batido nas duas extremidades do propiciatório."
"De uma só peça com o propiciatório fareis os querubins e os querubins estenderão as asas por cima, cobrindo com elas o propiciatório." 
"estarão eles de faces voltadas uma para a outra, olhando para o propiciatório. Porás o propiciatório em cima da arca."
"Ali, virei a ti e, de cima do propiciatório."
 

Está falando diversas vezes sobre propiciatório. Vendo estas coisas, podemos ver que o coração de Deus está no propiciarório. Antes de Deus dar as leis no monte Sinai, muitos pecados habitavam dentre o povo de Israel. Eram tantos pecados que, mesmo Moisés julgando de manhã até a noite, não tinha fim. E havia muitas contendas em relação ao pecado.

Mas mesmo assim Deus deu as leis.

Antes dessas leis chegarem, o povo não consideravam o pecado, por isso nada se tornava problema, mas logo que desceram as leis, continuamente o povo de Israel tinham que morrer por serem julgados pelo pecado. Houve pessoas que morreram fazendo madeira no dia de descanso, quando fizeram o bezerro de ouro no dia em que desceram as leis, e continuamente houve mortes.

Podemos ver que teve menor número de pessoas no povo de Israel quando entraram na terra de Canaã do que quando saíram do Egito. Durante quarenta anos no deserto, a população aumentou, mas depois que receberam as leis a população diminuiu. Vendo isso, podemos ver que eles morriam através da maldição das leis. Por isso Deus disse para construir o tabernáculo. O altar do holocausto, a bacia, o altar do insenso, o candelabro, a mesa dos pães, todos esses utensílios são importantes, mas o mais importante do que todos os outros utensílios que tem no tabernáculo, é a arca de testemunho. O motivo de Deus ter dado mais importância para a arca, é por causa do propiciatório. Por exemplo, se não tivesse o propiciatório no precioso tabernáculo de Deus, como o povo de Israel poderiam ir diante de Deus ao pecarem? Então todo o povo de Israel teriam que receber a maldição e morrer por causa dos pecados. O mais importante para o povo de Israel ir diante de Deus, é o propiciatório. Esse propiciatório é a tampa da arca. Farás dois querubins de ouro; de ouro batido os farás, nas duas extremidades do propiciatório e os querubins estenderão as asas por cima, cobrindo com elas o propiciatório; estarão eles de faces voltadas uma para a outra, olhando para o propiciatório. Os nossos pecados são lavados através do sangue ser aspergido no propiciatório. Por isso que Deus pode Se encontrar com nós.

Em Êxodo 25:21~22, está escrito:
"Porás o propiciatório em cima da arca; e dentro dela porás o Testemunho, que eu te darei. Ali, virei a ti e, de cima do propiciatório, do meio dos querubins que estão sobre a arcado Testemunho, falarei contigo acerca de tudo o que eu te ordenar para os filhos de Israel."

Da mesma forma, Deus disse que viria Se encontrar com o povo de Israel no propiciatório. As pessoas que estão presas pelo pecado, não podem se encontrar com Deus.

Hoje em dia, embora algumas pessoas teanaham pecado em seus corações, mas pensam que se orar esforçadamente, Deus irá ouví-lo. Aquele que tem pecado, primeiro terá que ir diante do propiciatório e lavar os pecados para poder se encontrar com Deus. Porque jamais poderá se encontrar com Deus tendo pecado no coração.

Nós somente podemos nos encontrar com Deus quando recebermos o perdão dos pecados. Em Êxodo capítulo 25, está escrito que Deus nos verá em cima do propiciatório. Se não tiver o propiciatório, não podemos ouvir a voz de Deus. E se não tiver o propiciatório não conseguiremos receber o perdão dos pecados, por isso nem podemos nos encontrar com Deus. Isso é o profundo segredo que Deus está os ensinando.

O Sangue do cordeiro que é aspergido em cima do propiciatório, significa o sangue de Jesus Cristo que foi derramado por nós. Pelo sangue de Jesus Cristo ter sido derramado por nós, esse sangue fez com que pudéssemos nos encontrar com Deus depois que recebêssemos o perdão dos pecados no propiciatório e se tornassem tão brancos como a neve. Assim, se não tivermos o propiciatório no coração, não temos como receber o perdão dos pecados, e nem podemos ouvir a voz de Deus

Eterna redenção

Aspergindo o sangue no propiciatório

O tabernáculo que está na terra, foi construído da mesma forma que o tabernáculo do céu. E assim como no tabernáculo tem o altar do holocausto, a bacia, o altar do incenso, a mesa dos pães, o candelabro, etc, no tabernáculo do céu também tem as mesmas coisas. Então podemos até questionar: 'Se o céu é um lugar em que os pecadores não podem entrar, então porque construíram o tabernáculo no céu?'

É claro que no céu não existe pecador e nem cometem pecado, mas para poder conduzir muitas pessoas, foi necessário o tabernáculo. Vendo em Hebreus 9:11~12, está dizendo:
"Quando, porém, veio Cristo como sumo sacerdote dos bens já realizados, mediante o maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, quer dizer, não desta criação, não por meio de sangue de bodes e de bezerros, mas pelo seu próprio sangue, entrou no Santo dos Santos, uma vez por todas, tendo obtido eterna redenção."
Jesus ter sido pendurado bem no alto na cruz, significa que Ele não morreu na terra e, sim no céu. Jesus obteve a eterna redenção aspergindo o seu próprio sangue no tabernáculo que está no céu.

Não é pelo nosso esforço que podemos ter a vida de fé. Quando Deus fez o homem, não nos fez corajoso como o leopardo ou grande e forte como o elefante, mas fraco em muitas partes. Não somente o nosso corpo, mas também fez o nosso coração fraco para que possamos viver recebendo a graça de Deus. Por exemplo, se nós fôssemos fortes e saudáveis, não tivéssemos nenhuma necessidade, então será que precisaríamos receber a graça de Deus? Se não cometêssemos nenhum erro e pecado, como poderíamos receber a graça de Deus? Isso é impossível. Por exemplo, se nós fôssemos perfeitos, e não pecássemos e nem errássemos, então não precisaríamos da graça de Deus, da cruz, e nem do propiciatório. Deus fez o propiciatório para conceder a graça para nós, que somos tão fracos e temos muitas necessidades. Não é por não cometermos pecado e por fazermos muitas bondades que iremos diante de Deus, pelo contrário, iremos diante de Deus para receber a graça levando as nossas necessidades e fraquezas.

Quando Deus realizou esta surpreendente salvação, Ele fez com que fosse realizado no propiciatório.

Sempre que o povo de Israel cometessem o pecado, tinham que ir para o altar que está no lugar Santo, e matando o cordeiro, tinham que passar o sangue no altar e assim o pecado deles eram remidos. No dia 10 do mês 7, no dia da remissão, não faziam no altar que ficava no lugar Santo e sim, o sumo sacerdote Arão entrava no lugar Santíssimo e remia todos os pecados do povo.

O sumo sacerdote Arão, entrava no lugar Santíssimo uma vez por ano e primeiro remia o seu próprio pecado e depois pegava o sangue do sacrifício pelo pecado do povo, entrava até o propiciatório e aspergia o sangue. Através desse sangue aspergido, todo o pecado do povo de Israel era remido. Por aspergir o sangue em cima do propiciatório, os dois querubins que estendiam as asas por cima, cobrindo com elas o propiciatório e colocavam as faces voltadas uma para a outra, estavam na posição de observarem a remissão dos pecados no propiciatório. Embora esses dois querubins ocupassem uma posição tão boa, mas infelizmente, mesmo vendo o sangue sendo aspergido, eles não descobrem o segredo da salvação.

Hoje em dia tem muitas pessoas que querem entender essa grande salvação pela teoria, mas essa salvação é o segredo que Deus tem escondido. Essa salvação só tem como perceber através da santa trindade, O Pai, Filho e o Espírito Santo. Aquele que escondeu esse segredo da surpreendente salvação foi Deus. Por isso, não é pelo nosso esforço que podemos nos arrepender mas, temos que receber o perdão dos pecados pelo sangue de Jesus Cristo. E, isto entrará em nossos corações quando Deus nos fizer perceber esse segredo da redenção. Deus não deu a sabedoria de perceber essa salvação para qualquer pessoa, mas somente para o Filho e o Espírito Santo. No momento em que recebemos o perdão dos pecados, o Espírito Santo entra dentro de nossos corações, e então perceberemos a verdade surpreendente da salvação. Em outras palavras, não é por acaso que conheceremos o segredo da surpreendente salvação, mas quando percebermos que realmente somos pecadores, e quando dependermos do sangue de Cristo, então recebermos o perdão dos pecados. É nesse momento que o Espírito Santo entra em nossos corações nos dando a percepção da salvação e nos faz perceber o novo nascimento através do Espírito.

Deus disse que não Se lembrará dos nossos pecados. Por exemplo, quando nos encontrarmos com Deus, e Ele Se lembrar de todos os nossos pecados cometidos no passado, as contrariações que fizemos a Deus, então nós ficaríamos tristes e Deus também teria fardo. Deus não somente lavou os nossos pecados, mas também eliminou esses pecados do pensamento Dele para que nós possamos ter a verdadeira liberdade no céu.

Embora o lugar Santíssimo que é a focalização do tabernáculo seja um lugar precioso e brilhante feito de ouro, mas a aparência da parte de fora do tabernáculo é como uma cortina que não tem decoração. Da mesma forma, Jesus Cristo também não tem nenhum atrativo externamente, mas ao conhecermos mais profundamente, podemos saber que Ele é como o tesouro agradável. Hoje em dia, tem muitas pessoas que lêem a Bíblia e vivem a vida de fé, mas sofrem no coração por não conhecerem a verdadeira vontade de Deus, e a Jesus.

Nós devemos conhecer a Jesus através da Bíblia e devemos perceber a verdadeira aparência Dele. Aquelas pessoas que mesmo vivendo a vida de fé, continuam sofrendo e desesperados não sabendo o que fazer, são pessoas que continuamente olham para as suas próprias pessoas. Mas pelo contrário, aquelas pessoas que são libertadas do pecado e tem liberdade, são pessoas que estão olhando somente para Jesus Cristo. Aquela pessoa que não conhece a Jesus Cristo, olhando para a sua pessoa, somente poderá perambular olhando para o pecado, sofrimento, medo, e vergonha. O sangue que Jesus Cristo derramou na cruz, tem muito mais poder de salvar do que os pecados que temos cometido. Por isso que pode nos libertar perfeitamente do peso na consciência e do medo. E através da fé desse sangue, nós podemos ir diante de Deus confiantemente e livremente.

"Que a sua iniqüidade está perdoada e que já recebeu em dobro das mãos do Senhor por todos os seus pecados."(Isaías 40:2)

Por Jesus ter sido julgado o dobro do pecado que cometemos, não precisamos mais temer e ficar preso no pecado. Deus não deseja que fiquemos olhando para a nossa pessoa suja e má. Depois de termos descoberto a nossa pessoa suja, Deus deseja que possamos conhecer a Jesus Cristo que nos tornou limpo. Se somente conhecermos a nossa pessoa e não conhecermos o poder de Jesus Cristo, então sempre ficaríamos presos dentro de nossos pecados imundos. Mas se percebermos e experimentarmos o poder de Jesus Cristo, podemos nos libertar do pecado e obtermos a liberdade.